quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Sobre contar segredos ...

Eu não consegui dormi pensando naquilo, foi meio sem explicação, aquele pensamento surgiu na minha cabeça e não queria mais sair. Estava na hora, ou melhor, já havia passado da hora.
Nós somos amigas há tanto tempo e elas ainda não sabiam tanta coisa sobre mim, os motivos que me fizeram ser assim, as coisas que eu já tinha feito, principalmente as coisas que eu nunca devia ter feito.
Mas, essa noite, resolvi que estava na hora de tirar algumas coisas de dentro do armário, já estava ficando tarde e uma hora ou outra elas iam querer sair.
Planejei cada detalhe, um Jogo da Verdade, sem julgamentos, principalmente sem julgamentos.
Eu estava com medo, medo de botar tudo a perder porque eu, mais do que ninguém, sei que segredos machucam. E como eu mesma digo: " A sinceridade é a base de uma amizade."
Foi mais fácil do que eu imaginei, principalmente porque eu descobri que não era só eu que guardava segredos.
Agora, está tudo limpo e todas sabemos que não há nada, nenhum segredo, nenhuma mentira entre nós.
Agora sim, estamos sendo sinceras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário